Pesquisar aqui

Carregando...

quinta-feira, 24 de abril de 2014

MORDOMIA DE JOSÉ DIRCEU SERÁ FISCALIZADA POR DEPUTADOS

Deputados visitarão presídio em Brasília para checar situação de José Dirceu
A visita dos parlamentares ainda não foi agendada e também deverá verificar as condições de outros presos que deveriam estar em regime semiaberto mas não estão.

Deputados integrantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara irão ao presídio da Papuda, em Brasília, para verificar a situação do ex-deputado José Dirceu, condenado no caso conhecido como Mensalão a 7 anos e 11 meses de prisão. A pena deve ser cumprida em regime semiaberto, mas ele está em regime fechado, em razão de denúncias da imprensa de que tem privilégios na prisão.

A visita foi proposta pelo deputado Nilmário Miranda (PT-MG). Durante a discussão, alguns deputados argumentaram que milhares de presos estão em condição pior que a de Dirceu e não são visitados pela comissão. Por isso, ficou decidido que os deputados verificarão também a situação de outros presos da Papuda. 

"Essa comissão foi procurada pela família de José Dirceu preocupados com a situação em que ele se encontra. Condenado na ação penal 470 ao cumprimento de pena no regime semiaberto, José Dirceu encontra-se preso em regime fechado há cinco meses."

Críticas
O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) considerou a proposta impertinente e disse que a visita seria imprópria. Para ele, a comissão tem inúmeras prioridades nessa área, principalmente em relação aos presos que vivem no anonimato e têm seus direitos violados todos os dias. 

"O deputado José Dirceu não deve ter um defensor público como seu advogado, deve estar munido, pelo menos isto é o que a imprensa informa, dos mais notáveis juristas deste País. Portanto, não é um pobre coitado que está, como milhões, e talvez 90% dos 547 mil que integram a população carcerária deste País, muitos deles estão ali sem saber o porquê."

O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que presidiu a Comissão de Direitos Humanos no ano passado, argumentou que existem coisas muito mais sérias para ser debatidas e fez um apelo para que Nilmário Miranda retirasse o requerimento de pauta. "O presidente da comissão é do PT, o requerimento é do PT, sobre uma figura notoriamente polêmica para toda a população brasileira, que é José Dirceu, já julgado e condenado. Isso vai ficar como um escracho para esta comissão."

Visita a Pedrinhas
A deputada Erika Kokay (PT-DF), defendeu a ida dos parlamentares à Papuda, lembrando que a comissão aprovou também a ida ao predídio de Pedrinhas, no Maranhão, para apurar denúncias de violação de direitos humanos. "Já existe algo de inusitado ao se estar em regime semiaberto em uma prisão em regime fechado. Nós estamos aqui dizendo que a sentença tem que ser respeitada. Ou não?. Que estado democrático de direito é este?"

A proposta foi aprovada depois da alteração do requerimento, que foi estendido aos demais presos. A visita deverá ser realizada na semana que vem.

Site - Câmara dos Deputados
Reportagem - Wilson Silveira
Edição - Natalia Doederlein

PETROBRAS - CPI EXCLUSIVA PARA A OPOSIÇÃO

Rosa Weber dá liminar à oposição para que CPI da Petrobras seja exclusiva

Brasília - A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, na noite desta quarta-feira (23/4), que o Senado deve instalar, o mais rápido possível, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) proposta pelos partidos oposicionistas para investigar irregularidades na Petrobras, a partir da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, quando a presidente Dilma Rousseff era ministra-chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da empresa.

Por outro lado, a ministra indeferiu a liminar pretendida pela senadora Ana Rita (PT-ES), proponente de mandado de segurança (MS 32.889) em sentido oposto, ou seja, que a chamada CPI da Petrobras fosse ampliada para apurar irregularidades também verificadas nos contratos dos metrôs de São Paulo e no Porto de Suape (PE), em estados governados pela oposição.

Às 22 horas, foi publicada, no andamento do mandado de segurança (MS 32.885), proposto no dia 8 de abril pelo senador Aécio Neves e outros líderes do PSDB e do DEM, a conclusão do despacho da ministra-relatora Rosa Weber: “(...) defiro em parte a liminar, sem prejuízo, por óbvio, da definição, no momento oportuno, pelo plenário desta Suprema Corte, da cognoscibilidade da presente ação mandamental e de seu mérito, e até que tal ocorra, para suspender o ato impugnado, no que implica submeter à deliberação da maioria do Senado o requerimento da CPI da minoria, a despeito do aparente cumprimento dos requisitos constitucionais, e para determinar que a CPI seja implementada não com o objeto alargado do RQS nº 303, de 2014, e sim com o objeto restrito proposto no RQS nº 302 de 2014, de que signatários os impetrantes. Notifique-se a autoridade apontada como coatora (presidente do Senado) para que preste informações em dez dias. Certifique-se a AGU. Após, vista ao Ministério Público Federal”.

O pedido da oposição

GRANDES MARCAS UNIDAS CONTRA ROUBO DE CELULARES

Apple, Google e Microsoft fazem acordo para combater roubo de celular
Ferramenta antirroubo será pré-instalada nos smartphones fabricados a partir de 2015

Para tentar combater o roubo de smartphones, algumas das maiores empresas do setor, incluindo Apple, Google e Microsoft, assinaram um termo de compromisso para incluir novas tecnologias antirroubo. A partir de julho de 2015 os celulares deverão ter um recurso do tipo "kill switch", que permite inutilizar um telefone em caso de roubo ou furto.


Hoje, o "kill switch" está presente apenas no iOS 7, que permite enviar um comando que trava permanentemente o iPhone (o ladrão não consegue usá-lo, mesmo se reinstalar o sistema operacional). O Android possui uma proteção similar, mas ela não é tão confiável - pode ser burlada.

Entre as empresas que assinaram também estão as fabricantes Samsung, Nokia, HTC, Huawei e Motorola e as operadoras americanas de telefonia AT & T, Verizon, Sprint T-Mobile e U.S. Cellular. 

Segundo o Brasil Post, os que assinaram o acordo terão uma ferramenta antirroubo pré-instalada ou disponível para download em seus novos modelos de smartphone fabricados a partir de 2015 - por enquanto apenas nos vendidos nos Estados Unidos. 

Como funciona: a tecnologia antirroubo pretende prevenir a reativação do aparelho sem a autorização do usuário (incluindo tentativas de reset de fábrica). Os donos dos celulares, por sua vez, ainda vão poder reverter a inoperabilidade e restaurar os dados do telefone caso ele seja recuperado.

ZH

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Bloco de Luta programa novo ato para quinta

Grupo pedirá revogação do aumento da tarifa de ônibus e apoio a municipalização do transporte

Em assembleia marcada para esta terça-feira, o Bloco de Luta pelo Transporte Público vai decidir qual será o tipo de ato a ser realizado na próxima quinta-feira, dia 24. O encontro ocorre às 18h, ainda sem local definido. Os últimos atos concentraram-se em frente à prefeitura, sem marcha.

A integrante do bloco, Natália Bittencourt, diz que os temas que deverão embasar o novo protesto serão o pedido de revogação do aumento da tarifa de ônibus - de R$ 2,80 para R$ 2,95; o apoio ao projeto de municipalização do transporte público; os gastos de dinheiro público com a Copa do Mundo. Também não está descartada a retomada do acampamento em frente à sede da Prefeitura, onde o Bloco de Luta esteve de 8 a 16 de abril. 

Neste tempo, os integrantes aproveitaram para recolher assinaturas no Centro da cidade das pessoas que apoiam o transporte cem por cento público. Mesmo com o acampamento desmanchado, o bloco continua colhendo as rubricas dos eleitores de Porto Alegre. Há listas em universidades e escolas. Natália acredita que o grupo já conseguiu coletar cerca de 10 mil das 54 mil necessárias para encaminhamento do projeto de iniciativa popular à Câmara Municipal. 

Correio do Povo

FETTER JR PLANTOU, MAS EDUARDO QUER COLHER

E as críticas continuam contra a prefeitura sobre limitação sofrida pelo setor empresarial de Pelotas. Há muito tempo , esta pauta se repete em virtude das falhas e omissões do Poder Público Municipal com relação aos empreendimentos ligados à iniciativa privada, principalmente, no campo da construção civil.

Nas diversas oportunidades que conversamos com alguns membros deste ramo  a queixa é a mesma –  ‘’ Com o Fetter Jr a cidade cresceu...o Eduardo e a Joseane estão travando tudo!’’. Para muitos empresários as ações de Fetter Jr eram pró-ativas em benefício do município. Não ficava dependendo de ingerências para tomar decisões. Reunia-se com estas pessoas que desejavam investir e ajudar Pelotas a crescer. Ouvia e procurava conhecer tais projetos. A partir daí, buscava o aconselhamento técnico, e decretava que as coisas ‘’andassem’’ dentro da legalidade, porém, com a dinâmica de quem tinha a responsabilidade de um gestor de vanguarda.

Essas manifestações não têm nenhuma conotação político-partidária. São especificamente voltadas para o atual sistema de Gestão Urbana coordenada pela secretária Joseane Almeida. Já é consenso que a gerenciadora administrativa não faz nada que não tenha o amparo do atual prefeito. Eduardo Leite tem confiança e compromisso com a sua secretária , avalizando , mesmo que indiretamente, tais resultados desta chamada ‘’parada total’’ em que vive o município.

Não há como negar o fato que as iniciativas ligadas ao PAC sejam concretizadas. Faz parte de um programa de política nacional. Ações e metas precisam estar a contento desta resultante. Mas nos aspectos locais, existe uma pura falta de decisão e iniciativa administrativa. O que mais sabemos é da letargia desta Gestão Urbana . Vários projetos estão parados pela atual gestão. Muitos empreendedores desistiram de vir para Pelotas. Outros , transferiram seus investimentos para municípios que estão a frente do nosso. É por aí que estamos perdendo esta corrida para o futuro com outras cidades.

Existe uma luz no fundo do túnel – Fernando Estima
O atual Secretário do Desenvolvimento de Pelotas é uma verdadeira antítese desta realidade, dentro da mesma administração. São repetidos os elogios que ecoam dos mesmos empresários sobre o trabalho realizado por Estima. Talvez, por ter a orientação e qualificação como empresário bem sucedido que é, saiba entender e respeitar melhor tais iniciativas que ainda procuram  nossa cidade como polo de investimento. Mas a pergunta é : ‘’até quando?’’


CONTRA DENGUE EM 20 MINUTOS

Pesquisa desenvolve aparelho que detecta vírus da dengue em 20 minutos
Cientistas da USP observaram concentração da proteína NS1 na gema do ovo

Um aparelho portátil e de baixo custo, desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Física da USP, é capaz de diagnosticar com precisão pacientes com o vírus da dengue em apenas 20 minutos. A novidade está sendo possível porque um estudo mostrou alta concentração da proteína NS1, produzida pelo vírus.



Atualmente, o exame para detectar a doença só pode ser feito no sexto dia, o que faz com que ela seja confundida com outras infecções e nem sempre tratada da forma adequada. A demora no diagnóstico pode levar, especialmente nos casos de reincidência, à morte.

— O teste convencional não pode ser feito nos primeiros dias porque ele mede a concentração de anticorpos. Já o novo aparelho detecta a proteína já nos primeiros dias— diz o professor Francisco Guimarães

O dispositivo, similar ao que é utilizado na medição de glicemia, funciona da seguinte forma: o anticorpo que reage à proteína NS1 é cultivado na gema do ovo. Em seguida, ele é colocado em alta concentração sobre uma membrana metálica, a qual em contato com o sangue infectado, reage eletricamente.

Guimarães destaca que a utilização de ovos de galinha para produzir os anticorpos foi uma das formas encontradas para baratear o custo do produto. O aparelho deve custar entre R$ 100 e R$ 200.

— A ideia é que todo posto de saúde, mesmo em lugares mais remotos, possa fazer o teste rápido, sem que o sangue tenha que ser levado para grandes centros. Evita-se a demora no resultado, pois é um teste direto— explica o cientista.

Ele espera que, em no máximo dois anos, o dispositivo esteja disponível para venda. O protótipo terá de passar ainda pela etapa de desenvolvimento do produto, de validação pela Anvisa, de produção e só então a etapa de venda. A próxima fase da pesquisa é desenvolver biossensores que identifiquem o tipo de vírus da dengue.

Diário Catarinense

INTERNET MAIS GLOBAL E MAIS SEGURA EM DEBATE

Conferência em São Paulo debate Internet mais global e segura após espionagem dos EUA

Quando a presidente Dilma Rousseff propôs no ano passado, na Assembleia-Geral da ONU, a regulação da Internet, muitos temeram pelo pior.

Os Estados Unidos tinham espionado as mensagens eletrônicas de Dilma e a presidente estava furiosa. Nesse contexto, a convocação feita por ela de uma conferência internacional para colocar ordem na Internet foi interpretada como uma tentativa de aumentar o controle da rede.

No entanto, aquela reação parece agora exagerada. O documento que será aprovado esta semana no encontro NetMundial, em São Paulo, condena a espionagem mas defende uma governança multissetorial da Internet, crucial para garantir a independência da rede e o desenvolvimento de negócios online.

A conferência, que ocorre quarta e quinta, vai propor uma espécie de "Declaração Universal dos Direitos Humanos da Internet", incluindo princípios como os direitos a liberdade de expressão, privacidade, transparência e governança participativa.

O documento quer ser o ponto de partida de um debate mais amplo sobre o futuro da Internet e de uma reforma que diminua o atual peso dominante dos EUA na administração da rede que já interliga um terço da humanidade.

"Nos próximos anos vai haver um redesenho da governança", disse à Reuters o secretário do Ministério de Ciência e Tecnologia Virgilio Almeida, presidente do NetMundial. "Esta reunião é a semente para dar partida a essas mudanças."

O desafio será encontrar um terreno em comum entre governos como os do Brasil e Alemanha, que querem regras claras contra a espionagem, os da China e Cuba, que controlam o conteúdo da rede, e empresas como Google e Facebook, que veem a regulação como uma ameaça.

O principal foco de tensão nas reuniões preparatórias foram questões políticas relacionadas a privacidade, liberdade de expressão e a inviolabilidade dos dados.

"Esperamos que daqui saia algo com um máximo denominador comum", disse à Reuters o presidente no Brasil da administradora de domínios na Internet, Demi Getschko, outro dos organizadores do NetMundial. "Se alguém propõe uma Internet livre e aberta, quem vai levantar a mão e dizer que não?".

A conferência está prevista para ser aberta por Dilma, que pretendia apresentar como conquista de seu governo a aprovação, no Congresso, do Marco Civil da Internet. Mas dificilmente a meta será alcançada, uma vez que o Senado não conseguiu concluir em tempo hábil a tramitação do texto pelas comissões necessárias.

A proposta cheia de polêmicas levou anos de debate para ser redigida e quando chegou ao plenário da Câmara, foram precisos meses até ser construído um acordo que permitisse sua votação.

Estarão presente no NetMundial profissionais, empresários, acadêmicos e ativistas de 85 países, entre os quais um assessor de cibersegurança do presidente dos EUA, Barack Obama, e o ministro da Internet da China.

ENCRUZILHADA

terça-feira, 22 de abril de 2014

COMISSÃO DA CÂMARA QUER ACESSO A SINDICÂNCIA DA PETROBRAS

Comissão externa da Câmara recorrerá ao STF para ter acesso a sindicância da CGU sobre Petrobras

Folha de S. Paulo

Deputados da comissão externa da Câmara que investiga denúncias de pagamento de propina na Petrobras irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso às informações da sindicância que a Controladoria-Geral da União (CGU) está realizando para apurar denúncias de que a empresa holandesa SBM Offshore pagou propina a funcionários da estatal.


Os deputados Anthony Garotinho (PR-RJ) e Maurício Quintela Lessa (PR-AL) se reuniram na tarde de hoje com o ministro da CGU, Jorge Hage, para pedir acesso aos documentos fornecidos pela estatal. No entanto, o ministro negou o acesso porque a investigação ainda está em andamento e porque houve um pedido de reserva da Petrobras, baseada na Lei de Acesso a Informação, em que a estatal alega sigilo comercial e industrial.

Diante da negativa, os integrantes da comissão externa ingressarão com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal assim que receberem a negativa oficial. "É um absurdo essa posição da CGU. O processo deve ser público", afirmou o deputado Fernando Francischini (SDD-PR).

Segundo o deputado, o mandado será baseado na Lei de Acesso a Informação, que determina regras para a publicação de informações de interesse público.

A sindicância começou no início do mês e levará cerca de 60 dias para ser concluída. O objetivo dela, segundo a CGU, é aprofundar as investigações realizadas internamente pelas duas empresas e já concluídas.

A Petrobras encerrou as investigações e informou não ter encontrado indícios de pagamentos indevidos na empresa. A SBM também disse, logo após a Petrobras, ter confirmado a realização de pagamentos de US$ 139 milhões a seus representantes no Brasil, ente 2007 e 2011, mas afirmou também não ter encontrado indícios de pagamentos indevidos.

CARREIRA DOS SERVIDORES FEDERAIS EM DEBATE NA CÂMARA

Comissão debaterá carreira dos servidores das universidades federais
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público promove audiência pública, na quinta-feira (24), para discutir a carreira dos servidores técnico-administrativos das instituições federais de ensino superior e a “crescente terceirização de serviços no âmbito das universidades federais”.

Ilustração
O debate foi proposto pela deputada Alice Portugal (PCdoB-BA). Ela ressalta que a situação enfrentada pelos servidores técnico-administrativos das universidades federais “com a defasagem de seus salários, a ausência de um efetivo diálogo com o Poder Executivo e a crescente terceirização dos serviços terminaram em uma nova greve nacional da categoria, razão pela qual o debate requerido faz-se urgente e necessário na busca de soluções para a normalização do funcionamento das Ifes”.

Convidados
Foram convidados para discutir o tema com os integrantes da comissão representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; do Ministério da Educação; da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra); e da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

A audiência ocorrerá no plenário 12, a partir das 10 horas.

Site - Câmara dos Deputados

Coreia do Sul critica a atitude do capitão da balsa naufragada

As operações de resgate prosseguiam nesta segunda-feira na balsa. Até o momento, 24 corpos foram retirados da embarcação

France Presse

Seul - Quatro tripulantes da balsa que naufragou na quarta-feira da semana passada na Coreia do Sul foram detidos nesta segunda-feira, depois que a presidente do país criticou com veemência a atitude do capitão e de seus oficiais na tragédia que deixou 59 mortos e 243 desaparecidos. "Os atos do capitão e de certos membros da tripulação são totalmente incompreensíveis, inaceitáveis e equivalem a um homicídio", declarou a presidente Park Geun-hye. "Não apenas eu, todos os sul-coreanos estão com o coração partido, chocados e revoltados", completou.


As operações de resgate prosseguiam nesta segunda-feira na balsa. Até o momento, 24 corpos foram retirados da embarcação. Nesta segunda-feira, a polícia prendeu três oficiais e um mecânico, que serão interrogados sobre as circunstâncias da tragédia. No sábado, a polícia prendeu o capitão Lee Joon-seok e dois membros da tripulação, um deles um oficial subalterno com pouca experiência e que estava no timão no momento do acidente. Os três são acusados de negligência, falhas na segurança dos passageiros e violação do código marítimo.

A transcrição, publicada no domingo, da comunicação com as autoridades marítimas mostra uma tripulação aterrorizada, incapaz de tomar uma decisão quando a balsa "Sewol", imobilizada após um choque, afundava.

As autoridades ordenaram à tripulação que garantisse que todos usavam coletes salva-vidas, enquanto a bordo a tripulação perguntava com angústia crescente quando chegariam os barcos de resgate. "Que coloquem pelo menos um colete salva-vidas para que possam flutuar. Imediatamente!", gritou um coordenador em terra.

A OLIMPÍADA PELA VIDA - BILHÕES OLÍMPICOS, MAS SAÚDE ZERO

Rio destina R$ 14 bi para Olimpíada, mas Saúde fica em segundo plano
Leilane da Silva teve que dar à luz na rua, em frente a hospital municipal, com apoio de policiais

Jornal do Brasil

O governo municipal do Rio de Janeiro destinou R$ 14,2 bilhões para a realização da Olimpíada de 2016, mas parece que a área da Saúde não vem recebendo a mesma atenção. Leilane da Silva, de 22 anos, não conseguiu atendimento em hospital da prefeitura na Mangueira, o Hospital Barata Ribeiro neste sábado (21). Foi obrigada, então a dar à luz na rua mesmo, em frente á unidade. 

Quem fez o parto foram dois policiais da região. O marido, com a esposa no colo, teve que pediu ajuda dos policiais militares da UPP do Morro da Mangueira, que patrulhavam a Rua Visconde de Niterói. Um deles chegou a usar sua camisa para cobrir o bebê.

Os dois ainda levaram mãe e filha, batizada de Kémylle Vitória, para o Hospital Maternidade Fernando Magalhães, em São Cristóvão. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que lamenta e repudia o ocorrido e que vai apurar o caso, ouvindo funcionários do Barata Ribeiro que trabalhavam na manhã de sábado.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

CAPITÃO AMÉRICA - 2 EM 3 D , no Shopping Pelotas


Não recomendado para menores de 12 anos 
Sinopse: Dois anos após os acontecimentos em Nova York (Os Vingadores - The Avengers), Steve Rogers (Chris Evans) continua seu dedicado trabalho com a agência S.H.I.E.L.D. e também segue tentando se acostumar com o fato de que foi descongelado e acordou décadas depois de seu tempo. Em parceria com Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), também conhecida como Viúva Negra, ele é obrigado a enfrentar um poderoso e misterioso inimigo chamado Soldado Invernal, que visita Washington e abala o dia a dia da S.H.I.E.L.D., ainda liderada por Nick Fury (Samuel L. Jackson).


Projeto do Hospital Universitário concorre no processo de Participação Popular


O Hospital Universitário São Francisco de Paula da Universidade Católica de Pelotas (HUSFP/UCPel) está concorrendo na etapa municipal da Participação Popular e Cidadã. A votação ocorre na próxima terça-feira, dia 22. O projeto do Hospital, orçado em R$ 240 mil, prevê aquisição de equipamentos para o Centro Cirúrgico, UTI Adulto e Clínica de Ginecologia e Obstetrícia.
Os projetos mais votados na etapa municipal serão classificados para a etapa regional, que ocorrerá em junho.
Para votar, basta apresentar documento com foto. 

A votação será realizada das 15h às 17h30min, no Auditório Dom Antônio Zattera da UCPel. O projeto do HUSFP é o de número 3.

site UCPel

domingo, 20 de abril de 2014

FERIADÃO E AS TRILHAS FLASHBACKS


Eduardo Campos quer fatiar reforma tributária e preço de combustível transparente

"Nós vamos conter a inflação, nós vamos fazer o Brasil crescer, nós vamos alavancar os investimentos no Brasil, nós vamos conter o gasto ruim, nós vamos fazer o dever de casa que precisa ser feito", prometeu

REUTERS

O Brasil precisa cortar gastos ruins de custeio da máquina pública e de uma reforma tributária fatiada, mas sem perder conquistas sociais ou reduzir direitos trabalhistas, disse o pré-candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos. Para ele, isso depende fundamentalmente de uma mudança na governança política. O socialista de 48 anos defendeu também, em entrevista exclusiva à Reuters nesta quinta-feira (17) em São Paulo, que a Petrobras tenha uma política clara e que seja pública de reajustes de combustíveis a exemplo do que ocorre com tarifas de energia e telefonia.

"Nós vamos conter a inflação, nós vamos fazer o Brasil crescer, nós vamos alavancar os investimentos no Brasil, nós vamos conter o gasto ruim, nós vamos fazer o dever de casa que precisa ser feito", prometeu. "Não vamos fazer isso perdendo conquistas sociais, não vamos fazer isso sacrificando o direito dos trabalhadores. Vamos fazer isso com uma governança inteligente, passando confiança aos investidores, tendo coragem de fazer os cortes que a máquina pública precisa."

Tudo isso, na visão de Campos, só será possível com a mudança na relação política, considerada por ele a barreira mais importante a ser vencida. "Agora é um novo ciclo, o padrão político brasileiro está vencido, o padrão de governança do Estado está vencido", disse ele, que luta para vencer o desconhecimento do eleitorado e quebrar a polarização de PT e PSDB, que governam o país há 19 anos. "Quem falar isso para o Brasil vai encantar a vida brasileira e vai ter o apoio da sociedade para fazer mudanças", disse o pernambucano, que anunciou na semana passada a chapa com a ex-senadora Marina Silva para disputar a Presidência.

Segundo ele, se o Brasil pôde derrotar a ditadura, não há por que duvidar que é possível vencer "a velha política que está em Brasília". "Essa é a trincheira que tem que ser derrotada para abrir um novo tempo e um novo ciclo (no país)", disse Campos. "Para mim é muito claro o diagnóstico de que a primeira das mudanças... é uma mudança na política", insistiu o ex-governador de Pernambuco, que numa conversa de quase uma hora evitou se comprometer com metas fiscais.

Petrobras

Se eleito, Campos disse que determinará que a Petrobras tenha uma política clara de reajuste para os combustíveis, semelhante ao que ocorre com outros segmentos da economia. "O setor de energia tem uma regra, telefonia tem uma regra, a passagem de ônibus tem uma regra. Há um preço transversal na economia em questão que é o preço do combustível. Ele tem que ter uma regra. E essa regra tem que estar na equação da política macroeconômica", afirmou o pré-candidato. "Não é a política macroeconômica definir a regra (de reajuste dos combustíveis) em função de sua conveniência."

A Petrobras vem enfrentando deterioração de sua saúde financeira nos últimos anos, entre outras razões pela defasagem dos preços dos combustíveis no mercado interno em relação ao valor do petróleo no exterior e diante de um ambicioso plano de investimentos da estatal. Campos também promete profissionalizar a gestão da estatal para blindá-la da ingerência política.

Redução da carga tributária

Campos deseja que a reforma tributária seja feita de forma fatiada e acredita que terá condições de avançar rapidamente com as mudanças, se eleito, porque "já está tudo debatido". Ele pretende enfrentar as resistências estabelecendo mudanças num horizonte de até 12 anos. "Eu acho que simplificando (a cobrança de tributos) e tornando o sistema mais inteligente, temos como reduzir a carga tributária", afirmou, evitando se comprometer com um percentual de redução.

A carga tributária brasileira gira em torno de 37% e é apontada como um dos entraves para o crescimento da economia. Campos disse ainda que, se eleito, vai manter a lógica de conceder reajustes reais ao salário mínimo, mas pretende discutir a atual fórmula.

''O TEMPO E O VENTO''

INCÊNDIO no MERCADO PÚBLICO em PORTO ALEGRE

Pronunciamento Pedro Simon - PMDB/RS - 20JUN2013

QUANDO A CONSCIÊNCIA E A CORAGEM FALAM MAIS ALTO...CORRUPTOS SE CALAM !

Enfim, a razão ! Defazagem chega a mais de 50% de moradias !

ESTACIONAMENTO DO POP CENTER EM PAUTA

E A ''NOVA POLÍTICA'' ? DIÁLOGO É A MELHOR DELAS!

E-MAIL

Você pode ser um colaborador.

Envie suas sugestões para o e-mail :

pelotasdeportasabertas@hotmail.com

" Povo que reivindica seus direitos é melhor respeitado."